GLOSSÁRIO LOGÍSTICO (B)

| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |

B2B-BUSINESS-TO-BUSINESS
Comércio eletrônico entre empresas.

B2C - BUSINESS-TO-CONSUMER
Comércio eletrônico de empresas para o consumidor.

BACK ORDER
veja PEDIDO EM ATRASO

BACK SCHEDULING
veja PROGRAMAÇÃO RETROCENDENTE

BACK TO BACK
Consolidação de uma única expedição em um MAWB (Master Air Waybill - conhecimento principal de transporte aéreo) abrangendo um HAWB (house Air Waybi11- guia de transporte aéreo emitida por um expedidor).

BACKFLUSHING
veja BAIXA POR EXPLOSÃO

BACKHAULING
veja VIAGEM DE RETORNO

BACKLOG
veja PEDIDO PENDENTE

BACKWARD INTEGRATION
veja INTEGRAÇÃO REVERSA

BAIXA POR EXPLOSÃO (BACKFLUSHING)
Dedução no registro de estoque das peças e componentes utilizados em uma montagem ou submontagem explodindo a lista de materiais de acordo com a contagem das montagens realizadas.

BALANCE
veja EQUILÍBRIO (EM TRANSPORTE)

BALANCEAMENTO DE LINHA (LINE BALANCING)
Técnica para determinar o mix de produtos que pode ser inserido em uma linha de montagem proporcionando um fluxo de materiais consistente para trabalhar em um ritmo planejado.
Um processo de linha de montagem pode ser dividido em tarefas elementares, cada uma com um tempo necessário por unidade de produto e uma relação sequencial com as outras tarefas. O balanceamento de linha é e designação destas tarefas para estações de trabalho visando minimizar o numero de estações de trabalho e o tempo ocioso nestas estações.

BALANCEAMENTO DE PEÇAS DO PERÍODO (PART PERIOD BALANCING - PPB)
Técnica dinâmica para dimensionamento de lote que usa a mesma lógica que o método de custo total mínimo, mas que acrescenta uma rotina chamada "look ahead/look back". Quando se utiliza o "look ahead/look back", calcula-se uma quantidade de lote e antes de ser fixada, a demanda seguinte ou as demandas dos períodos anteriores são avaliadas para determinar se seria economicamente viável incluí-tos no lote atual.

BALANCED SCORECARD (BALANCED SCORECARD)
Um sistema de gerenciamento baseado em indicadores e estratégias, originado por Robert Kaplan e David Norton, que fornece um método de alinhamento das atividades do negócio para uma estratégia e monitoramento do desempenho das metas estratégicas no tempo.

BALE / PARCEL
veja FARDO

BANK PLAN (EM TRANSPORTE)
Também conhecido como plano de pagamento do frete. Procedimento de coleta e cobrança pelo qual uma instituição bancaria age como intermediário para facilitar a coleta e cobrança

BAR CODING
veja CODIGO DE BARRAS

BARCAÇA (BARGE)
Embarcação de baixo calado, usada em canais e rios com ou sem propulsão com o propósito de transportar produtos.

BASE INVENTORY SYSTEM
veja SISTEMA DE ESTOQUE BÁSICO

BATCH PICK
veja SEPARAÇÃO EM LOTE

BATCH PROCESSING
veja PROCESSAMENTO POR LOTES

BAY PLAN
veja PLANO DE EMBARQUE

BENCHMARK
veja ÍNDICES DE REFERÊNCIAS

BEST PRACTICES
veja MELHORES PRÁTICAS

BILHETE DE EMBARQUE (PACKING SLIP)
Documento que informa detalhadamente os itens contidos em determinada embalagem, caixa, palete ou contêiner para expedição ao cliente. Detalhes incluem uma descrição de itens, código do cliente, quantidade expedida e SKU de itens expedidos.

BILL OF LADING
veja CONHECIMENTO DE EMBARQUE.

BILL OF MATERIAL - BOM
veja LISTA DE MATERIAIS

BIMODAL DISTRIBUTION
veja DISTRIBUIÇÃO BIMODAL

BIOMECÂNICA (BIOMECHANICS)
O estudo das forças mecânicas que estão envolvidas nos movimentos do corpo humano, incluindo a interação entre os indivíduos e seu meio ambiente físico.

BLANKET PURCHASE ORDER
veja PEDIDO DE COMPRA EM ABERTO

BLOCAGEM (BLOCK STACKING)
Empilhamento simples sem uso de porta-paletes, no qual os paletes são empilhados diretamente no chão Geralmente no máximo em grupos de três, dependendo de quanto a carga suporta o empilhamento e fator de esmagamento. Cada fileira deve conter preferencialmente o código de um produto.

BLOCK SCHEDULING
veja PROGRAMAÇÃO POR BLOCOS

BOAS PRÁTICAS DE MANUFATURA (GOOD MANUFACTURING PRACTICES - GMP)
Conjunto de normas e regras estabelecidas geralmente pelas indústrias alimentícias e farmacêuticas que visam regulamentar o ambiente (fabril) de trabalho.

BOM
veja LISTA DE MATERIAIS

BONDED WAREHOUSING
veja ARMAZÉM ALFANDEGADO

BORDEREAU
veja ROMANEIO

BOTTLENECK
veja GARGALO

BOUNDED
veja RETIDO

BOX-JENKINS MODEL
veja MODELO DE BOX-JENKINS

BREAK-BULK
veja FRACIONAMENTO DE CARGA

BREAK-EVEN POINT
veja PONTO DE EQUILÍBRIO

BREAKING-DOWNTIME
veja TEMPO DE REABILITAÇÃO

BREAK-OUT AREA
veja ÁREA DE QUEBRA

BREEDER BILL OF MATERIAL
veja LISTA DE MATERIAIS REGENERADORA

BRICKS AND CLICKS
veja TIJOLOS E CLIQUES

BRICKS AND MORTAR
veja TIJOLOS E CIMENTO

BRIDGE SHIPMENT
veja REDESPACHO

BROADCAST SYSTEM
veja SISTEMA DE DIFUSÃO

BROKER
veja DESPACHANTE ADUANEIRO

BUCKETED SYSTEM
veja SISTEMA DE PLANEJAMENTO POR PERÍODO

BUCKETLESS SYSTEM
veja SISTEMA DE PLANEJAMENTO COM DATA FIXA

BUDGET
veja ORÇAMENTO

BUFFER INVENTORY
veja ESTOQUE PULMÃO

BUFFER MANAGEMENT
veja GESTÃO DO PULMÃO

BULK CARGO
veja CARGA GRANEL

BULK CARRIER
veja CARGUEIRO A GRANEL

BULK CONTAINER
veja CONTÊINER DE CARGA A GRANEL

BULK STORAGE
veja ESTOCAGEM A GRANEL

BULK UNITIZATION CHARGE
veja TARIFA DE UNITIZAÇÃO DE CARGA A GRANEL (EM TRANSPORTE AÉREO)

BURDEN RATE
veja TAXA DE ENCARGOS GERAIS

BUSINESS INTELLIGENCE (BUSINESS INTELLIGENCE)
Conjunto de softwares que ajudam em decisões estratégicas.

BUSINESS LOGISTICS
veja LOGÍSTICA NOS NEGÓCIOS

BUSINESS PLANNING
veja PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL

Fonte autorizada:
Sindiex - Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Estado do Espírito Santo