GLOSSÁRIO LOGÍSTICO (V)

| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |

VALOR (VALUE)

  1. O ponto até o qual um produto ou serviço alcança as necessidades ou os desejos do cliente, medido em termos de sua capacidade para comandar o preço a ele atribuído. É aquilo que o cliente acha justo pagar.

  2. Em Análise do Valor, valor é o menor custo atribuído a um produto ou serviço que deverá possuir a qualidade necessária para atingir a função desejada.

VALOR AGREGADO (VALUE ADDED)
Em termos de manufatura, é o aumento real na utilidade de um item do ponto de vista do cliente à medida que uma peça é transformada de matéria-prima em produto acabado. É a contribuição de operações ou de uma fábrica para a utilidade final e valor de um produto do ponto de vista do cliente. Deve-se eliminar todas as atividades que não agregam valor na produção e entrega de um produto ou serviço.

VALOR CONTÁBIL (ACCOUNTABLE AMOUNT)
O preço de compra inicial de um ativo menos a depreciação cumulativa cobrada à conta, mais uma cobrança de balanço igual à diferença, entre os juros reais suportado pelo Contratante no ativo comprado e o juro médio cobrado à conta da data do ativo sendo comprado na data de transferência, venda ou terminação. A depredação e cálculos do valor residual podem ser emendados como acordado entre as partes de tempo em tempo.

VALOR ECONÔMICO AGREGADO (ECONOMIC VAL UE ADDED - EVA)
Uma técnica desenvolvida por G. Bennet Stewart, onde o desempenho da base do capital corporativo, incluindo depreciação dos investimentos, os investimentos de capital tradicional, a fábrica e os equipamentos, é medido em relação ao que os acionistas poderiam ser remunerados.

VALORIZAÇÃO DO ESTOQUE (INVENTORY VALUATION)
Tratamento contábil dado ao valor do estoque com o propósito de determinar o custo dos produtos vendidos.

VALUE ADDED
veja VALOR AGREGADO

VALUE-ADDED ACTIVITY
veja ATIVIDADE DE VALOR AGREGADO

VÃO (SLOT)
É uma localização de armazenagem simples. Em um sistema de armazenagem de paleta, representa uma posição do paleta. Em um sistema de separação, representa uma posição para uma única unidade de estoque.

VELOCIDADE DE ENTREGA (DELIVERY SPEED)
Capacidade de reduzir o tempo o máximo possível entre o recebimento do pedido e a entrega para o diante.

VELOCIDADE DE PROCESSAMENTO (THROUGHPUT SPEED)
Quantidade média de produtos, informações, pedidos, e outros, que é processada por unidade de tempo em um processo de produção, por exemplo, em funções administrativas.

VENDA E DISTRIBUIÇÃO DIRETA (OUTLET)
Cliente direto ou indireto em nível de distribuição.

VENDAS BRUTAS (GROSS SALES)
Importância total faturado aos clientes durante o período contábil.

VERIFICAÇÃO FOCADA (SPOT CHECK)
Método de inspecionar uma expedição na qual somente uma amostragem do número total de contéineres ou itens recebidos são inspecionados.

VIAGEM DE MÃO-ÚNICA (ONE-WAY TRIP)
Movimento de uma carga do expedidor ao receptor.

VIAGEM DE RETORNO (BACKHAULING)
Movimento de retorno de um meio de transporte que forneceu serviço de transporte em uma direção. A viagem de retorno pode ser com carga completa, parcial ou nula, sendo que um backhaul sem carga é chamado de deadheading.

VIDA DE PRATELEIRA (SHELF LIFE)
Tempo em que um item pode ser mantido em estoque antes de tornar-se inadequado ao uso.

VIDA ECONÔMICA (ECONOMIC LIFE)
Período de tempo, da compra e instalação a retirada e disposição que o proprietário espera haver para determinado equipamento

VIRTUAL ENTERPRISE
veja EMPRESA VIRTUAL

VMI-VENDOR MANAGED INVENTORY
veja INVENTÁRIO ADMINISTRADO PELO FORNCEDOR

VOLUME PARA EXPANSÃO (ULLAGE)
Espaço livre entre um líquido contido em um tambor ou tanque, expresso como porcentagem da capacidade total, este volume geralmente é usado para deixar espaço para possível expansão do líquido.

 

Fonte autorizada:
Sindiex - Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Estado do Espírito Santo