Importação

4 maneiras de PERDER dinheiro com importação.

Grupo Pinho
March 3, 2022

O processo de importação é extremamente complexo e pode ser desastroso se não conduzido exatamente conforme às exigências dos órgãos de fiscalização e suas vastas legislações. Sem os devidos cuidados, ao invés de ampliar receitas e melhorar os custos de produção, por exemplo, a empresa/marca corre sérios riscos de perder dinheiro com importação, acarretando, até mesmo, na inviabilidade de qualquer plano de ação.

Por mais incrível que possa parecer, a perda de dinheiro pode ser sentida antes mesmo de iniciar um processo de importação, por isso, esse é o primeiro ponto que iremos abordar nesse post.

1. Embarque de Mercadoria sem Licenciamento de Importação.

Para os desavisados de plantão, o simples fato de embarcar uma mercadoria com destino ao Brasil sem o devido licenciamento de importação, acarretará uma multa equivalente à 30% do valor da sua importação.

2. Erro na Classificação Fiscal do Produto

A correta seleção da classificação fiscal do produto é outro ponto de extrema importância para o sucesso da sua importação.

A utilização de uma classificação fiscal incorreta irá resultar em um processo parametrizado em canal de conferência aduaneira.

Só para você ter uma base, um processo com classificação incorreta será penalizado com multa de 1% do valor aduaneiro da sua mercadoria, somado ao recolhimento da diferença tributária com incidência de uma multa de ofício de 75% do valor desta diferença tributária.

3. Infrações Aduaneiras que Impactam nos Custos de Armazenagem

Outro ponto de atenção que faz muita empresa perder dinheiro com importação.

Qualquer infração aduaneira resultará no aumento dos seus custos de armazenagem. Dependendo da gravidade da infração e do tempo para correção, os valores das multas podem ser astronômicos.

Isso, somados às multas aplicadas na importação, provavelmente inviabilizará qualquer negócio.

4. Demurrage (“Sobrestadia de Contêiner)

Entre outras tantas armadilhas na importação, não podemos deixar de mencionar a famosa demurrage, também conhecida como “sobrestadia de contêiner”.

Essa é uma maneira muito fácil de perder dinheiro na sua importação.

Quando o importador ultrapassa o período de 30 dias em posse de um contêiner, é cobrada a sobrestadia. É uma multa originária do atraso na desocupação do recipiente.

Muitas vezes, o importador não se atenta ao prazo negociado junto ao armador para devolução do contêiner e acaba surpreendido por valores muito altos, que podem chegar as cifras de algumas centenas de dólares por dia de atraso.

Importante ressaltar que a cobrança de demurrage tem previsão legal no Código Comercial brasileiro e precisa estar prevista no contrato. Não havendo previsão contratual, ela não poderá ser aplicada.

O Comércio Exterior não é para amadores!

Todo processo de importação exige atenção, profissionalismo e muita experiência, já que a responsabilidade é enorme. Como mostramos acima, qualquer erro pode acabar com a viabilidade de um negócio.

Justamente por isso, pensando em todas estas armadilhas e maneiras terríveis de perder dinheiro com a importação, ao longo da história do Grupo Pinho, desenvolvemos uma metodologia de trabalho focada na segurança da importação.

Antes de pensar em importar, estude, pesquise e invista em bons parceiros em todo o processo de importação. O seu negócio agradece!

Tem alguma dúvida, gostaria de receber nosso acompanhamento? Fale conosco através do formulário abaixo.

Fale conosco
Contact us

Entre em contato pelo formulário abaixo, logo iremos atendê-lo.
Send us a message.