Business

Razões para Segurar Suas Importações?

Savio Ferreira de Souza
March 3, 2022

É sabido que o Brasileiro não adquiriu o hábito, tão difundido no mundo, de contratar seguros de Bens; Responsabilidades, Vidas entre outros e, a contrapartida se expressa no dito popular: “Se seu negócio não gera o suficiente para você segurá-lo, pense em mudar de negócio”.

A praxe de empreendedores que iniciam comércios é enxugar custos visando fôlego econômico até a estabilização, uma lógica que não leva em conta riscos e fatalidades e que, quando ocorrem, atingem em cheio o negócio o que induz ser, tal prática, nociva ao desenvolvimento econômico da Cidade, Estado e ao País, pois, quanto menor a procura por Seguros, mais caras se tornam as coberturas ofertadas, dificultando sua propagação pela formação de um círculo vicioso. Isto se explica, pois, sendo o Mutualismo a base do Seguro, quanto maior número de segurados obtenham proteção e quanto menos sinistros a Apólice apresente, menor será seu custo de renovação da Apólice, um prêmio ao segurado por tornar mais econômica a Carteira de seguros da Seguradora ao atrair mais seguros.

O processo forma um círculo virtuoso junto ao TODO (Segurados/Seguradora) já que toda segurança atrai relacionamentos, por se basear em confiança que, à sua vez, atrai e gera negócios e, ao redor deste, muitos relacionamentos se formam e crescem, atraindo mais confiança do mercado. Tal lógica é a usada nos EUA com sucesso desde seu descobrimento, mas não se repete no Brasil.

Com esta certeza foi que, nos idos de 1980 a Pinho S.A, a primeira e bem-conceituada Comissária de Despachos Aduaneiros no Paraná no Mercado pensou, elaborou e convenceu sua Seguradora sobre a grandeza de um projeto que disseminasse o Seguro de Transporte no Brasil que, na época só era contratado por grandes grupos empresariais, eis que o processo de aquisição era lento, caríssimo (15 dias) e impressionantemente burocrático. 

PINHO S.A, então, criou e passou a ofertar; administrar, gerenciar e atender ao mercado por meio daquela que foi e ainda é, a primeira Apólice consolidada de Seguros de Transporte do Brasil que, há 36 anos ininterruptos, é ofertada aos mercados nacional e internacional do Brasil.  Segurados desta Apólice, usufruem, não só de segurança, mas de uma expertise acumulada por 82 anos de experiência da Pinho S.A. cuja audácia em provocar a burocracia da época utilizando a Lei, logrou reduzir drasticamente as tarifas ofertadas ao mercado ao usar do Mutualismo, sistema que carreia confiança entre segurado/segurador, transportador e segurador pelo atendimento que presta ao mercado. 

A título de curiosidade, a primeira e maior apólice de seguros de transporte consolidados no Brasil foi emitida em nome da Pinho S.A a favor de seus clientes pela Bradesco Seguros nos idos de 1985. Em apenas 2 anos, o Sistema Pinho tornou-se a maior apólice do segmento no Brasil, reduzindo em até 76% as tarifas All In ofertadas pelo mercado. Tal audácia, lançada com total segurança, é o que avaliza a sabedoria da Pinho no ramo do COMEX, em Despachos, Transportes e Seguros. Tamanha “expertise” não veio por acaso. É de se recordar que a Pinho foi a empresa que coordenou o transporte de ITAIPÚ e suas gigantescas Turbinas. Isto repetiu-se com Salto Segredo no Paraná. Anos depois implantou a consolidação de seguros diminuindo burocracia e custos e desafiando o monopólio do IRB na época. Embora a Apólice consolidada em nome de Pinho A/F terceiros houvesse sido emitida pela Bradesco Seguros S.A e com total segurança fosse ofertada ao mercado com até 50% de descontos sobre a Tabela do IRB, ela só foi reconhecida definitivamente pelo mercado após os juristas da Pinho usarem do mesmo sistema legal em vigor para vencer o monopólio do IRB. 

Tal audácia disseminou a consolidação dos seguros sem burocracias, acrescendo-os aos embarques com tarifas competitivas, o que a tornou a maior apólice consolidada de seguros no Brasil apresentando baixíssimos níveis de sinistros. O sonho de todo Segurador

A prática, ajustada à legislação dos novos tempos, segue sendo ofertada aos clientes e ao Mercado como um todo. Isto é moralmente possível por ser a gerência da Apólice efetuada por uma Corretora de Seguros e não pela Comissária, que gerencia e acompanha, junto a sua Corretora de Seguros, os embarques de seus clientes, como aliás o fazem outras corretoras parceiras.  O sucesso da Apólice reside na expertise, lastreada em 35 anos de existência, em facilitar a qualquer Importador vir a se juntar a estas coberturas, sem burocracia ou gerenciamento de Apólices isoladas, com a individualidade de serem clientes diretos da Corretora. 

Muitas são as vantagens, começando pelos custos reduzidos pelo Mutualismo a todos os que manifestarem a intenção de terem seus bens protegidos de forma coletiva, com atendimento de corretores e técnicos em COMEX treinados pela mais antiga empresa de Despachos do Sul do País, inovando e auxiliando usuários do COMEX do País.

Caso seja de seu interesse participar deste sistema de segurança, não hesite em conversar com a gente, ou diretamente com o Paulo Kotovicz, que está à frente do projeto de ofertar tranquilidade ao Mercado em si, sejam clientes ou não da Pinho.
Contato: operacional@fidelicor.com.br

¹ Movimento de solidariedade que traduz a interajuda e apoio mútuo entre pessoas, precursor do moderno “todos contribuem para benefício individual de cada contribuinte”, base do sistema de seguros;

² Na qualidade de Estipulante

³ Termo usado pelo advogado do IRB na época da Sentença Judicial.

Fale conosco
Contact us

Entre em contato pelo formulário abaixo, logo iremos atendê-lo.
Send us a message.