Comex

3 pontos para ficar atento em uma RFP de encaminhamento de frete

Grupo Pinho
March 3, 2022

Quem realiza Solicitações de Proposta ou RFP (Request for Proposal) precisa ter como foco encontrar um agente de carga colaborativo que possa ajudar a expandir seus negócios.

Para isso, é fundamental entender como realizar a RFP para comparar as melhores taxas e serviços que eles têm a oferecer.

Se você estiver usando RFPs para encontrar o agente de carga mais adequado para o seu negócio, mantenha as dicas a seguir em mente para executar um processo que ajude a garantir que você obtenha o melhor serviço de seu parceiro, que em muitas vezes não é só pelo custo mais baixo.

1. Priorize a Transparência.

Alguns agentes podem fornecer a você um número que parece bom no papel, apenas para você descobrir posteriormente que não estão incluídas várias taxas adicionais ou que se aplicam apenas a um tipo de serviço.

Forneça aos agentes uma planilha de taxas abrangente para que você saiba antecipadamente quais taxas estão, e não estão incluídas, na taxa de frete básica.

Além disso, pergunte como as taxas condicionais de mercado, como sobretaxa de combustível ou ajuste de bunker, afetarão as taxas. Assim, você não se surpreende com elas mais tarde.

Também descubra quais taxas são específicas para determinadas rotas comerciais, ou se algum volume de remessa ou especificações de dimensão se aplicam a elas.

Então, depois de selecionar as taxas, certifique-se de que sejam vinculativas, assim você poderá comparar as taxas listadas em uma fatura com as taxas listadas na RFP.

Mas atenção, saiba que o preço nem sempre vem com um compromisso de espaço; sempre peça KPIs transparentes e compromissos mútuos específicos.

Dica: Pergunte o que aconteceria se você enviasse mais ou menos do que suas alocações semanais e quanto tempo livre está incluído.

2. Pergunte sobre seus produtos diferenciadores.

Quando estiver especificando as taxas, é hora de perguntar também qual será o preço do tipo de serviço ou o espaço que está incluído. Mas você também pode perguntar sobre seus produtos e serviços diferenciados.

Por exemplo:

  • Eles estão desenvolvendo relacionamentos ou serviços que podem ser benéficos para o seu negócio no futuro?
  • Além dos serviços de frete, a plataforma de tecnologia de apoio do agente de carga oferece recursos exclusivos?

Verifique quanta visibilidade você terá em suas remessas ou se as integrações de API podem ser úteis. Considere como os dados e recursos de análise podem ser necessários ou se a plataforma pode acomodar vários logins de usuário.

3. Questione a satisfação do cliente.

Além de tarifas razoáveis ​​e serviços benéficos, busque por agentes que tenham um atendimento ao cliente confiável e flexível.

O seu agentes deve estar preparado para lidar com as interrupções do mercado ou novas regulamentações ambientais, estabelecendo uma comunicação constante e oferecendo soluções alternativas de forma ágil.

Fique atento aos pontos a seguir:

  • Pergunte sobre gerenciamento de contas, como suas equipes estão estruturadas e qual a presença internacional que possuem.
  • Busque referências de clientes.
  • Pesquise suas opções e veja as pontuações do Net Promoter (NPS). Se um agente de carga conduz NPS ou outras pesquisas de satisfação do cliente é um bom indicador de que está investindo em receber e se adequar aos feedbacks.

Encontrar uma gente de carga colaborativo que possa ajudar a expandir seus negócios é fundamental.

LEIA TAMBÉM: 5 dicas para acompanhar a operação de frete

Fale conosco
Contact us

Entre em contato pelo formulário abaixo, logo iremos atendê-lo.
Send us a message.